CHAT - JOVENES - LA ROCA DE HOREB

Author: Missão Venezuela
•21:32

Um terço dos evangélicos freqüenta igrejas onde não existe ministério ou departamento de Missões; quase a metade ouve, em média, apenas uma mensagem sobre Missões transculturais por mês; 1/4 nunca participou de um congresso ou conferência missionária. Estes são alguns dos resultados apresentados no relatório da pesquisa “O Evangélico e a Obra Missionária”, realizada pela SEPAL, Associação de Missões Transculturais Brasileiras (AMTB) e Associação dos Professores de Missões do Brasil (APMB).


Um consenso na análise geral com base nesta pesquisa, especialmente entre os jovens, é que há muito trabalho a fazer na área de Missões. Nas respostas, fica clara a consciência de que “parte do mundo ainda não ouviu o Evangelho, que Missões transculturais é uma necessidade e obediência, e que esta tarefa é de todo cristão, seja orando, seja contribuindo ou sendo enviado”.


Uma porcentagem alta de evangélicos não lê livros sobre Missões transculturais (21%). Isso reflete um pouco da realidade brasileira que é de não ter o hábito de leitura, mas também pode refletir a falta de interesse por literatura missionária. A porcentagem dos que nunca leram um livro sobre Missões entre os jovens (29%) é maior do que entre os adultos (16%). Deixa o desafio para as lideranças em Missões para estimular o evangélico e, principalmente, o jovem a ler livros sobre o tema.


Ao fazer um comparativo entre as 5 regiões brasileiras, os estudiosos concluíram que “a região Centro-Oeste é a que tem maior porcentagem de pessoas que não ouve mensagens sobre Missões e que nunca leu um livro sobre Missões. Talvez por conseqüência disso é a região que tem menos igrejas que apóiam missionários atualmente mas, que, junto com a região Nordeste, é a que tem maior porcentagem de pessoas que gostariam de saber ou se envolver mais em Missões transculturais”.


Também é notado que “a região Nordeste é a que tem maior porcentagem de pessoas que freqüentam igrejas onde não existe ministério de Missões transculturais mas, que, junto com a região Centro-Oeste, é a região que mais gostaria de saber ou se envolver”.


“A região Sul é a que está menos envolvida com Missões transculturais e a região Sudeste foi a região com maior porcentagem de pessoas que se declararam não interessadas em Missões transculturais”.

Com 2.190 entrevistados (58% homens, 42%: mulheres; 35% com idade entre 21 e 30 anos); 33% com instrução universitária completa; com 89% que freqüentam igreja evangélica há mais de 5 anos, 32% do ramo Batista, a pesquisa auxilia na compreensão do ambiente externo para o planejamento de ações estratégicas em missões. O relatório tem 44 páginas e apresenta um campo de amostragem de 2.190 evangélicos, das 5 regiões do Brasil.


Fonte: Agência Soma.

This entry was posted on 21:32 and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

1 comentários:

On 30 de junho de 2011 11:10 , José Simião disse...

A graça e paz do senhor amados, li este artigo sobre missões que poucos conhecem achei muito útil, realmente poucos crentes conhecem as dificuldades que sofrem os crentes que trabalhão em missões.
Vou colar o seu banner em meu site.
E mais, fique na paz de Nosso Senhor Jesus Cristo.